Trem futurista Hyperloop fica mais próximo de virar realidade

Era 2013 quando o fundador da SpaceX e CEO da Tesla, Elon Musk, anunciava o conceito do futurista Hyperloop. Sua proposta consistia em construir uma rede elevada de tubos pneumáticos onde passageiros poderiam viajar entre dois pontos – nesse caso entre São Francisco e Los Angeles, a uma velocidade de 1.223 Km/h.

“O Hyperloop é um novo tipo de transporte… tanto rápido e barato para pessoas e coisas. O Hyperloop é também um conceito de design aberto e único, similar ao Linux. Desejamos ter retorno da comunidade que possa ajudar a avançar seu design e trazer o conceito para a realidade”, escreveu ele em 2013.

Bem, dois anos depois, o sonho de Musk está mais próximo de ser realizado.

Recentemente, a Hyperloop Transportation Technologies (HTT) anunciou que assinou para trabalhar com a empresa de tecnologia a vácuo, a Oerlikon Leybold Vacuum e a empresa de engenharia Aecom.

Segundo informações da Wired, as duas companhias trocarão suas respectivas expertises em troca de ações da companhia. Somam-se agora ao lado de engenheiros da SpaceX, Boeing e NASA.

“Estamos orgulhosos em fazer parte deste projeto emocionante e inovador ao entregar nosso know-how em tecnologias de vácuo para este conceito e, portanto, ajudar o Hyperloop a se tornar realidade”, escreveu Dr. Martin Fuellenbach, executivo-chefe da Oerlikon Leybold Vacuum, em comunicado.

“Nós vamos contribuir com o fornecimento de nossa grande experiência [e] com os cálculos necessários para criar e manter o vácuo parcial que é necessário para alcançar velocidades tão altas”, completou.

O sistema do Hyperloop consiste em um canal de baixa pressão com cápsulas que são transportadas em baixas e altas velocidades ao longo do canal. As cápsulas são suportadas sobre uma ‘almofada’ de ar, contendo ar pressurizado e elevação aerodinâmica. Elas são aceleradas através de um acelerador magnético, explicou o próprio Musk em 2013. Já os passageiros iriam pegar o Hyperloop em estações localizadas nas extremidades do tubo ou ao longo do trem futurista.

“Eu não acredito que as barreiras de construção são significativas comparadas a outras tecnologias que estão aí hoje”, disse Carl Brockmeyer, chefe de negócios da Oerlikon em entrevista a Wired.

Como lembra a publicação americana, a parceria com as duas companhias significa um grande reforço, sugerindo que o protótipo pode se tornar algo real e não só projeções de um filme de ficção científica.

Da mesma forma, mostra que o projeto tem o seu valor e é possível. Vale lembrar que as duas empresas não são iniciantes nas tecnologias que manipulam. A Oerlikon está no mercado de tecnologia a vácuo há cem anos. Já a Aecom é responsável por grandes projetos de arquitetura e infraestrutura, caso do túnel Crossrail que está sendo construído no subsolo de Londres e o Barclays Center, no Brooklyn.

“De um ponto de vista técnico, não é um desafio. Nós estamos acostumados a aplicações ainda mais ambiciosas e complexas”, completa Brockmeyer.

Fonte: IDGNow

Be Sociable, Share!
Fibraco

About Fibraco

Empresa de capital 100% nacional, fabricamos Grades de Piso, Degraus para escada inclinada e Gradis verticais de cercamento nos seguintes materiais: Aço ao natural, Aço galvanizado a fogo, Aço inoxidável, Alumínio e Fibra de vidro. Visite nosso site www.fibraco.com.br Endereço Completo: Rua Virginia, 110 Jardim Inamar País: Brasil Cep: 09981-050 Site: http://www.fibraco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>